Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


IMPRESSO PARA CANDIDATURA CORPOS SOCIAS




calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Passaporte Cultural

Quinta-feira, 16.07.09

 

Passaporte Cultural
 Informação CONFAP
Recebemos do Gabinete de Comunicação do Ministério da Educação a seguinte informação:
O Programa Passaporte Cultural visa contribuir para a generalização da presença da cultura e das actividades artísticas no sistema educativo, de uma forma faseada, desde a educação pré-escolar até ao término do ensino secundário e consiste no desenvolvimento de percursos culturais por ano escolar em que cada criança, adolescente ou jovem participa durante o seu processo educativo, entre os 3 e os 18 anos.
 Estes percursos, que são mobilizados de forma diferenciada pelas estabelecimentos/docentes, correspondem a seis programas por ano .
Cada percurso cultural anual será registado e validado num passaporte que acumulará, durante todo o percurso escolar/formativo, experiências enquadradas num itinerário global coerente e projectadas numa óptica de enriquecimento cultural que será reconhecido por um diploma anual.
 É objectivo que cada turma determine um percurso colectivo que inclua, nomeadamente, as áreas da música, do teatro, da dança, das artes visuais, das artes audiovisuais, das artes digitais, da museologia e do património cultural material e imaterial.
 O Passaporte Cultural terá como suporte uma plataforma electrónica onde serão registados o conjunto de acções e projectos culturais em que cada aluno participa, incluindo simultaneamente espaço para a partilha de experiências com colegas na escola, sendo os professores e encarregados de educação actores importantes no sistema.
 O secretário de Estado da Educação, Valter Lemos, participa hoje, quinta-feira, dia 16 de Julho, na conferência de Imprensa de apresentação do Passaporte Cultural, que decorre a partir das 15:15 horas, no Centro Cultural de Belém. A iniciativa conta também com a presença do ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, do secretário de Estado da Formação Profissional, Fernando Medina, do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, do coordenador do Plano Tecnológico, Carlos Zorrinho e do director-geral das Artes, Jorge Barreto Xavier.
 Este evento enquadra-se no âmbito do Ano Europeu da Criatividade e Inovação.
Cumprimentos
Fernanda
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Escola Qtª Morgados às 12:57

Mais Informações sobre a Gripe A

Quarta-feira, 15.07.09

 

GRIPE A - CONVÉM SABER
(Quem diria, uma coisa tão simples como lavar muitas vezes por dia as mãos, pode evitar a gripe A!)
 PERGUNTAS E RESPOSTAS:
1.- Quanto tempo pode durar o vírus vivo numa superfície?
R: Até 10 horas.
2. - Qual a utilidade do álcool para limpar as mãos?
R: Deixa o vírus inactivo e mata-o.
3.- Qual é o meio mais eficaz de infecção deste vírus?
R: O ar não é a forma mais eficaz de transmissão do vírus, o factor mais importante para a fixação do vírus é a humidade, (revestimento do nariz, boca e olhos), o vírus não voa e não atinge mais que um metro distância.
4.- É fácil a infectar-se em aviões?
R: Não é um meio propício.
5.- Como posso evitar a infecção?
R: Não levar as mãos ao rosto, olhos, nariz e boca. Não ter contacto com pessoas doentes. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia.
6.- Qual é o período de incubação do vírus?
R: Em média 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase que imediatamente.
7.- Quando devo começar a tomar medicação?
R: Se tomada até 72 horas depois, as perspectivas são muito boas, a melhora é de 100%.
8.- Qual é a forma como o vírus entra no corpo?
A: Contacto ao dar a mão ou beijar na bochecha. Ele penetra pelo nariz, boca e olhos.
9.- O vírus é letal?
R: Não, o que provoca a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é pneumonia
10.- Quais os riscos dos familiares de pessoas que morreram?
R: Elas podem ser portadoras e formam uma cadeia de transmissão.
11.- A água nas piscinas transmite o vírus?
A: Não, porque ele contém substâncias químicas e clorados.
12.- O que faz o vírus para provocar a morte?
R: Uma cascata de reacções, tais como insuficiência respiratória, a pneumonia grave é a causa da morte.
13.- Quando pode iniciar o contágio, mesmo antes ou só quando os sintomas ocorrem?
R: Desde que se tenha o vírus antes dos sintomas
14.- Qual é a probabilidade de recaída com a mesma doença?
R: 0%, pois fica-se imune ao vírus.
15.- Onde é que o vírus se encontra no meio ambiente?
R: Quando uma pessoa contagiada tosse ou espirra , o vírus pode permanecer em superfícies lisas, como portas, dinheiro, papéis, documentos, desde que haja humidade. Uma vez que não se pode esterilizar o ambiente é extremamente recomendada higiene das mãos.
16.- Se eu for para um hospital particular podem cobrar-me o remédio?
R: Não, existe um acordo para não cobrar, porque o governo o está proporcionando a todas as instituições de saúde públicas e privadas.
17.- O vírus ataca mais os asmáticos?
R: Sim, esses pacientes são mais sensíveis, mas este é um germe novo, todos são igualmente susceptíveis.
18.- Qual é a população que este vírus está atacando?
R: 20 a 50 anos de idade.
19.- A máscara é útil para cobrir a boca?
R: Há algumas melhores do que outras, mas se você for saudável é contraproducente, pois o vírus, por seu tamanho, atravessa-a como se ela não existisse e usando a máscara, é criado dentro da área do nariz e da boca um microclima húmido favorável ao desenvolvimento do vírus.
Mas se você já está infectado é melhor usá-la para evitar infectar outras pessoas, neste caso ela é relativamente eficiente.
20.- Posso fazer exercício ao ar livre?
R: Sim, o vírus não vai para o ar e não tem asas.
21.- Existe alguma vantagem em tomar vitamina C?
R: Não serve de nada para evitar a infecção por este vírus, mas ajuda a resistir aos sintomas.
29.- Existe alguma vantagem em tomar antivirais antes dos sintomas?
R: Não é bom.
31.- A gripe convencional poderia tornar-se Influenza A?
R: NÃO.
32.- O que mata o vírus?
R: O sol, mais de 5 dias no ambiente, o sabão, os antivirais específicos, o álcool gel.
34.- O álcool gel é eficaz?
R: Sim, muito eficaz.
35.- Se eu sou vacinado contra a gripe sazonal eu estou seguro?
R: Não serve de nada, ainda não há vacina para o vírus.
36.- Este vírus está sob controlo?
A: Não totalmente, mas estão sendo tomadas medidas agressivas de contenção.
37.-  O que acontece com a mudança de alerta 4 para 5?
R: Fase 4 não é diferente da fase 5, só significa que o vírus se propagou de pessoa a pessoa em mais de 2 países, e a fase 6, é que se propagou para mais de 3 países.
38.- Quem foi infectado por este vírus e está saudável, é imune?
R: Sim.
39.- As crianças que têm tosse e constipações podem estar com a gripe A?
R: É pouco provável, as crianças são pouco afectadas.
40.- Q: Quais medidas as pessoas que trabalham devem tomar?
R: Lave as mãos várias vezes ao dia.
41.- Eu posso ser apanhá-la ao ar livre?
R: Se as pessoas estão infectadas e tossem ou espirram perto de si, pode acontecer, mas o ar é um meio de pouco contágio.
43.- Qual é o factor determinante para saber que o vírus já está Sob controlo?
R: Embora a epidemia esteja controlada agora, no Inverno boreal (hemisfério norte) pode retornar e provavelmente não haverá vacina ainda.
 
 DIVULGA NA TUA ASSOCIAÇÃO DE PAIS!
Cumprimentos
Fernanda

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Escola Qtª Morgados às 13:06

GRIPE A RECOMENDAÇÕES

Sexta-feira, 03.07.09

 

    Gripe A Recomendações


 


Face aos novos casos de Gripe A verificados divulgamos novamente as recomendações, apelando às escolas e autarquias que procedam nesta fase de interrupção lectiva ás necessárias implementações de meios de higiene nas nossas escolas.


 
Aproveitando a interrupção lectiva, as escolas devem adoptar medidas de higiene nas instalações sanitárias, nomeadamente na disponibilização de dispensadores de sabão para a lavagem das mãos e secadores de mãos ou toalhetes descartáveis, inexistentes na maioria das nossas escolas e que se reflectem nos hábitos de higiene.


A CONFAP recebeu da Direcção Geral de Saúde (DGS) e da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC) as recomendações para as escolas sobre a Gripe A.

Ver Recomendações às Escolas (documento em pdf)

Ver Apresentação Gripe A para Instituições (documento em pdf) NOVO



A informação também está disponível na página da DGS (http://www.dgs.pt/Informação e Recomendações para Escolas e outros Estabelecimentos de Educação'.


No final do texto estão dois cartazes que poderão ser úteis para promover a lavagem das mãos e evitar o contágio, os quais podem ser policopiados e disponibilizados/afixados nas instalações sanitárias das escolas e em locais de grande visibilidade.
) onde foi criado um 'Microsite da Gripe'

Abrindo a página, o caminho é clicar em: 'Microsite da Gripe', depois em 'Informações e recomendações aos cidadãos' e, finalmente, em '

           


Gripe A: Prevenir nunca é demais!


Também a Unidade de Promoção e Qualidade, do Instituto Português da Qualidade, editou um folheto, que enviou à CONFAP para divulgação, sobre o vírus H1N1 e quais as medidas de prevenção a serem tomadas.

                               »» Descarregar Folheto ««



Informamos que, em caso de suspeita de pessoa infectada deve ligar para: 808 24 24 24.
 


Outras informações em http://www.gripenet.pt/
 
Gripenet é um projecto desenvolvido pelo Instituto Gulbenkian de Ciência

 

Obrigada

 

Fernanda

 
   

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Escola Qtª Morgados às 18:14




Contador de Visitas