Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


IMPRESSO PARA CANDIDATURA CORPOS SOCIAS




calendário

Novembro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Não posso deixar de vos dar a ler este texto da Amanda Zenhas

Segunda-feira, 23.11.09

 

Representante dos encarregados de educação
Armanda Zenhas| 2009-11-18
O reconhecimento crescente da importância da participação dos encarregados de educação (EE) na vida das escolas vai sendo feito institucionalmente.

Quando uma criança entra para a escola, os pais devem entrar também. Não no sentido de fazerem os trabalhos escolares do seu filho. Mas sim no sentido de considerarem que o seu apoio é fundamental, motivador e estruturante para a criança.

O reconhecimento crescente da importância da participação dos encarregados de educação (EE) na vida das escolas tem vindo a ser feito institucionalmente. À formação das Associações de Pais e EE seguiu-se a sua participação nos Conselhos Pedagógicos, nos conselhos de turma e na Assembleia de Escola, tendo esta sido substituída, recentemente, pelo Conselho Geral.

Como se procede à selecção do representante dos EE de cada turma? Quais são as suas funções?

A resposta à primeira pergunta pode parecer rápida, directa e fácil: por eleições. A verdade é que ela coloca muitos problemas: nem sempre os EE se conhecem suficientemente bem para realizarem uma escolha consciente. Muitas vezes acabam por ser escolhidos os poucos que se disponibilizam para o cargo, mercê da sua consciência pessoal e disponibilidade profissional.

A resposta à segunda pergunta tem vindo a ser construída na vida quotidiana das escolas. De acordo com a lei, os representantes dos EE participam em todas as reuniões do conselho de turma, excepto naquelas que se destinam à avaliação. Assim eles contribuirão para a elaboração do projecto curricular de turma; para a análise dos problemas de integração dos alunos; para a análise do relacionamento entre os alunos, os professores e os EE; para a promoção de actividades diversas, como, por exemplo, de colaboração entre a escola e a comunidade.

Existe ainda pouca tradição de trabalho autónomo dos EE de cada turma, a fim de que os seus representantes os representem de facto a todos e não apenas a si próprio. Contudo, vão existindo exemplos de práticas importantes por parte de alguns representantes de EE, conselhos de turma e órgãos de gestão.

Há representantes que colaboram com os directores de turma (DT) para a resolução de situações complicadas, como por exemplo contactos com pais que não vão à escola e aproximação a algumas famílias, visto conhecerem melhor essas pessoas, que podem até ser suas vizinhas. Há DT que promovem actividades de convívio entre as famílias.

Há conselhos de turma que incentivam a participação dos EE nas suas actividades e decisões. Há órgãos de gestão que abrem as portas da escola à comunidade, começando por fazer um convite aos representantes dos EE para que a visitem em período de funcionamento, a fim de se inteirarem dos seus recursos e das suas carências.

Da partilha das experiências bem sucedidas e da análise dos problemas que se vão detectando se pode construir uma participação mais intensa e mais eficaz dos EE na vida da escola, nomeadamente na da turma dos seus educandos, e se pode dar mais conteúdo e forma a esta participação dos seus representantes. Todos sairão a ganhar: alunos, famílias e escola.
 

 

Cumprimentos

Fernanda

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Escola Qtª Morgados às 12:36




Contador de Visitas